Administração Tributária - Receita Federal relaciona serviços admitidos na transmissão e entrega de documentos digitais



19/01/2018


Ato Declaratório Cogea nº 2/2018 informou os serviços aos quais se aplicam os procedimentos previstos das Instruções Normativas RFB nº 1.782 e 1.783/2018, que dispõem, respectivamente, sobre a entrega de documentos no formato digital para juntada a processo digital ou a dossiê digital no âmbito da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), e sobre a solicitação de serviços mediante dossiê digital de atendimento.

Segundo a norma em referência, os referidos procedimentos aplicam-se:

a) à entrega de formulários, comunicados, requerimentos, recursos e outros documentos previstos na Instrução Normativa RFB nº 1.415/2013, que trata do regime aduaneiro especial de exportação e importação de bens destinados às atividades de pesquisa e de lavra das jazidas de petróleo e de gás natural (Repetro);
b) à entrega do requerimento do registro especial a que estão sujeitos os produtores, engarrafadores, cooperativas de produtores, estabelecimentos comerciais atacadistas e importadores de bebidas alcoólicas, previsto na Instrução Normativa RFB nº 1.432/2013;
c) à entrega do Termo de Opção pelo Regime Especial de Tributação (RET), e do termo de constituição de patrimônio de afetação da incorporação, aplicável às incorporações imobiliárias, previstos na Instrução Normativa RFB nº 1.435/2013;
d) à entrega de requerimentos de habilitação, pedidos de cancelamento de habilitação, recursos do indeferimento do pedido de habilitação, bem como os documentos instrutórios desses serviços, previstos na Instrução Normativa RFB nº 1.454/2014, que dispõe sobre a aplicação do Regime Especial Tributário para a Indústria de Defesa (Retid);
e) à apresentação de consulta sobre classificação de mercadorias, bem como os documentos instrutórios desse serviço, prevista na Instrução Normativa RFB nº 1.464/2014;
f) à entrega do formulário para solicitação de retificação de informações de carga, estrangeira ou nacional, e documentos instrutórios desse serviço, quando houver impedimentos para utilização do sistema Mercante, nos termos do parágrafo único do art. 9º da Instrução Normativa RFB nº 1.471/2014;
g) à entrega do formulário para solicitação, após o registro da Declaração de Importação (DI), de isenção ou suspensão do Adicional de Frete para a Renovação da Marinha Mercante (AFRMM) ou Taxa de Utilização do Mercante (TUM), e documentos instrutórios desse serviço, nos termos do art. 31 da Instrução Normativa RFB nº 1.471/2014;
h) à entrega do formulário para solicitação de restituição de pagamento indevido ou a maior relativo ao AFRMM ou à TUM, e documentos instrutórios desse serviço, nos termos do art. 34 da Instrução Normativa RFB nº 1.717/2017;
i) à entrega do requerimento de credenciamento de interveniente e representante para a prática das atividades relacionadas com o despacho aduaneiro no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) ou de acesso ao Sistema Mercante, e documentos instrutórios desse serviço, nos termos do art. 8º da Portaria Coana nº 123/2015;
j) à apresentação de Declaração Simplificada de Importação (DSI), e documentos instrutórios desse serviço, nos termos do art. 4º da Instrução Normativa SRF nº 611/2006;
k) à Solicitação de abertura de Dossiê Digital de Atendimento (Sodea), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.783/2018;
l) à entrega dos requerimentos para habilitação no Siscomex, revisão de limites ou substituição de representantes, bem como os documentos instrutórios desses serviços, previstos na Instrução Normativa RFB nº 1.603/2015, que dispõe sobre os procedimentos de habilitação de importadores, exportadores e internadores da Zona Franca de Manaus para operação no Siscomex e de credenciamento de seus representantes para a prática de atividades relacionadas ao despacho aduaneiro;
m) à apresentação de requerimento de certificado como Operador Econômico Autorizado (OEA), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.598/2015;
n) à entrega de requerimento para habilitação definitiva ao Programa Mais Leite Saudável, nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.590/2015;
o) à entrega de requerimentos relativos ao Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial sob Controle Informatizado do Sistema Público de Escrituração Digital (Recof-Sped), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.612/2016 e da Portaria Coana nº 47/2016;
p) à entrega de requerimentos relativos ao Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.446/2014; e
q) à entrega de Requerimento de Admissão Temporária (RAT), nos termos da Instrução Normativa RFB nº 1.600/2015.

A norma revogou, ainda, os Atos Declaratórios Executivos Coaef nºs 1/20143/20141/20152/2015 e 3/2015, que informavam os serviços aos quais se aplicavam os procedimentos previstos na Instrução Normativa RFB nº 1.412/2013, que dispunha sobre a transmissão e a entrega de documentos digitais, e que foi revogada pela Instrução Normativa RFB nº 1.782/2018.

(Ato Declaratório Executivo Cogea nº 2/2018 - DOU1 - 19.01.2018)

Fonte: Editorial IOB




Previdenciária - EFD-Reinf entrará em produção para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões
Sped - Manual de Preenchimento da e-financeira 1.0.8
Tributos e Contribuições Federais - Receita Federal traz esclarecimentos sobre a aplicação da legislação tributária federal
IRPJ/CSL/Previdenciária - Alterada norma sobre o programa de regularização tributária rural para prorrogação do prazo de adesão
ICMS/DF - Alteração de base de cálculo para fins de substituição tributária nas operações com cervejas, chopes, refrigerantes, águas e outras bebidas


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação