CPF - Identificação Civil Nacional pode adotar o número de inscrição no CPF



07/11/2017


O Comitê Gestor da Identificação Civil Nacional foi criado pela Lei nº 13.444/2017, tem por objetivo a identificação do brasileiro em suas relações com a sociedade e com os órgãos e entidades governamentais e privados e é formado por representantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos Poderes Executivo e Legislativo federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

 O Comitê Gestor da Identificação Civil Nacional recomendou, por meio da Resolução CGICN nº 2/2017, a adoção do número de inscrição do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como número público de Identificação Civil Nacional (ICN).

 A partir de uma forte integração entre os registros que compõem a base do CPF, gerida pela Secretaria da Receita Federal (RFB), com os registros da base de dados da ICN, gerida pelo TSE, cada número de CPF que identifica um cidadão estará vinculado aos respectivos dados biométricos dessa pessoa, o que garantirá a unicidade dos registros, bem como a identificação inequívoca do cidadão.

 (Resolução CGICN nº 2/2017 - DJe de 06.11.2017)

Fonte: Editorial IOB

 

 




IPI - Divulgada a adequação da TIPI às alterações introduzidas na NCM pela Camex
Trabalhista - Divulgada a tabela do seguro-desemprego em vigor desde 11.01.2018
Previdenciária - Regulamentado o programa de regularização tributária rural no âmbito da Receita Federal do Brasil
Simples Nacional - Receita Federal alerta para o prazo de opção pelo Simples Nacional
ICMS/DF - Prorrogado até 31.12.2019 o regime especial para emissão de NF-e nas operações com jornais


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação